On May 22nd 2018, we updated our Privacy Statement and our Terms of Use in compliance with GDPR. Your continued use of Educate Magis means you agree to these revised policies, so please take a few minutes to read and understand them here.



Antes do início de todo ano letivo a Direção Acadêmica do Colégio São Luís tem uma importante missão: construir o projeto pedagógico que será desenvolvido ao longo do ano seguinte. Para planejar de forma assertiva os conteúdos, habilidades e competências a serem trabalhados, e acompanhar a aprendizagem dos alunos, a Direção Acadêmica, em parceria com os orientadores e professores, conta com os resultados apontados por diversas avaliações aplicada aos alunos. Elas oferecem um olhar interdisciplinar do aprendizado deles, auxiliando no desenvolvimento do trabalho por projetos que será desdobrado durante o ano.

São três os objetivos essenciais de cada avaliação:

– Proporcionar subsídios para o investimento pedagógico;
– Acompanhar, ao longo do tempo, o ganho de proficiência dos alunos; e
– Permitir a comparação de proficiência entre as avaliações do trimestre para garantir a progressão e a consolidação das aprendizagens.

Para elaborar seu planejamento o professor precisa conhecer sua classe. ‘Sabendo o que os alunos já sabem’, os professores têm uma referência segura para estipular metas a serem atingidas, criar atividades e definir formas de trabalho adequadas para turmas mais ou menos heterogêneas”, explica Sueli Marciale, Diretora da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e Integral.

A primeira avaliação realizada com os estudantes na primeira quinzena de 2018 (chamada de Avaliação Diagnóstica) possibilitou o trabalho em duas frentes: o ALUNO, ao avaliar sua proficiência de forma a poder ajudá-lo na priorização dos estudos; e a ESCOLA, ao trazer subsídios que possam influenciar em um planejamento direcionado e detalhado, focando nas principais habilidades e competências que podem ser trabalhadas em cada um dos anos/série.

Posteriormente, o Colégio se debruça sobre os resultados apresentados por cada ano/série e analisa o que deve ser mantido, replanejado ou o que exige um pouco mais de atenção.

Baseado nos resultados dessas avaliações, não apenas o professor pode calibrar os conteúdos dos componentes curriculares em suas aulas, como também a orientação educacional pode direcionar seu trabalho e os estudos dos alunos, sugerindo, por exemplo, a tutoria em uma disciplina na qual eles apresentem dificuldade”, afirma Rafael Araujo, Diretor do Ensino Médio.

Com um programa pedagógico dinâmico, em que mudanças e adaptações podem ser feitas de acordo com as necessidades dos alunos, o Colégio São Luís reforça seu compromisso com o PEC (Projeto Educativo Comum da Rede Jesuíta de Educação), que em um de seus princípios declara ser prioridade colocar “o aluno no centro do processo educativo, buscando um currículo que faça sentido e dê sabor à sua vida”.


All Blogs