Who Do You Want To Be? A Global School Experience inviting young people to discover a path toward the fullness of life.Participate here
By Ana María Alzueta Sigaud
Apr 9th, 2018

O Colégio São Luís, uma das mais prestigiadas instituições educacionais do país, vai mudar de sede. Depois um século na Avenida Paulista, a escola se transferirá, em 2020, para um edifício construído especialmente para atender à nova proposta pedagógica, que começou a ser implantada em 2016.

Aos 150 anos, o São Luís responde com vitalidade e juventude às diretrizes da Rede Jesuíta de Educação (RJE) para ser o projeto de referência no Brasil. A rede global de escolas jesuítas reúne mais de 800 unidades de ensino básico em 60 países, sendo 17 no Brasil.

Desde a aquisição do terreno até a escolha dos materiais de acabamento, todo o planejamento se desenvolveu em função do projeto pedagógico. “Nosso propósito foi repensar e reorganizar o colégio para oferecer uma educação de excelência que se diferencie pela qualidade na formação acadêmica e humana”, explica Sônia Magalhães, diretora geral do São Luís. “Isso significa preparar alunos para um mundo que ainda nenhum de nós faz a mínima ideia de como será”. 


Para a construção, a Companhia de Jesus adquiriu a última grande área próxima ao Parque Ibirapuera, vizinha ao Museu de Arte Contemporânea e ao Instituto Biológico. São 15.450 mil m2 com muitas árvores e espaços verdes dentro e fora do perímetro do endereço à Av. Dr. Dante Pazzanese. Todo o projeto arquitetônico foi concebido para integrar os ambientes e garantir um local diferenciado, horizontalizado e academicamente estimulante para aprender. 

“Oferecer educação de qualidade é parte integrante da missão dos colégios da Companhia de Jesus,” explica o reitor do São Luís, Padre Carlos Contieri. “A primeira etapa desta mudança teve início em 2016 com o Projeto Educativo Comum – PEC, lançado pela Rede Jesuíta de Educação, que reune as escolas da Companhia de Jesus para rever, reposicionar, revitalizar e atualizar os currículos de todos os nossos colégios.” 

Novos modos de aprender

Um dos principais objetivos do PEC é superar os modelos lineares de ensino, organizando espaços e tempos escolares com novas e criativas perspectivas de aprendizagem. Nas novas instalações, a matriz curricular privilegiará metodologias ativas, nas quais os conteúdos são contextualizados e os alunos conseguem perceber, na prática, como aqueles conceitos são aplicados.

“Um presente para a cidade”

A diretora Sônia Magalhães define a nova sede como um “presente para os alunos, suas famílias e para a cidade de São Paulo”. “Será um lugar para aprender em contato com a natureza, ao ar livre. Nossas crianças e jovens merecem. Para nós, é uma alegria que o colégio possa proporcionar esse espaço verde de aprendizagem e convivência.” Projetado para ser um ambiente bonito, funcional e muito agradável, o prédio da escola possui três pavimentos interligados por rampas e escadas e vazios que permitem a visualização e integração de várias áreas. No ensino infantil as salas adotam o formato pentagonal e cada parede possui uma função específica.

Multiculturalismo

Aproveitando ao máximo as oportunidades que a estrutura internacional oferece, o novo currículo vai preparar os alunos para cursos em universidades no exterior com Certificação internacional. O Bacharelado Internacional (da sigla em inglês IB, International Baccalaureate) é um certificado de ensino global e multilíngue concedido pela instituição de mesmo nome, na Suíça. “O IB é uma proposta de internacionalização aderente à filosofia e aos princípios educativos de um colégio jesuíta. Além disso, vem ao encontro da crescente demanda dos alunos em frequentar universidades de primeira linha no mundo todo” acrescenta a diretora geral.

Verde e sustentável

Sustentabilidade foi, desde o início, uma das diretrizes do projeto do novo prédio. Para certificar essa escolha e assegurar o cumprimento de padrões internacionais, o São Luís está pleiteando a certificação “Leadership in Energy and Environmental Design” (LEED) que atesta o nível de sustentabilidade do edifício de acordo com os critérios de racionalização de recursos e só é concedida depois que a obra está pronta.  

São Paulo e São Luís

Quando o Colégio São Luís foi fundado em 1867, na cidade de Itu, interior do estado, o ensino no Brasil era muito rudimentar e a mudança que os jesuítas provocaram não se restringiu à área educacional. A presença da Companhia de Jesus não trazia apenas um ensino de altíssima qualidade, mas também concertos musicais, espetáculos teatrais, clubes de literatura, espetáculos culturais, aulas livres e excursões fora da escola. Desde o início muito além do básico e sempre inovador.

O Colégio São Luís tem hoje 2.100 alunos, da Educação Infantil ao Ensino Médio, e mantém o Ensino Médio Noturno, que recebe 450 jovens vindos de escolas públicas com bolsas de estudo integral.

Sobre o Colégio São Luís

O Colégio São Luís é uma das mais prestigiadas instituições de ensino do País. Foi fundado pelos Jesuítas, em 1867, na cidade de Itu e pertence à Companhia de Jesus. A escola é parte de uma rede global que reúne mais de 800 unidades de educação básica em 60 países, sendo 17 no Brasil. O colégio, ao completar 150 anos, foi escolhido pela Rede Jesuíta de Educação para ser a referência educacional no país com a implantação do Projeto CSL 2020, desenvolvido a partir do PEC – Programa Educacional Comum. Lançado em 2016, o PEC reúne as diretrizes e orientações que norteiam a inovação de todos os colégios jesuítas. Fiel à tradição educativa da Companhia de Jesus, de formação integral da pessoa para a vida, o Colégio São Luís tem hoje 2.100 alunos, da Educação Infantil ao Ensino Médio, e mantém o Ensino Médio Noturno, que recebe 450 jovens vindos de escolas públicas com bolsas de estudo integral.

Acesse o hotsite – https://www.saoluis.org/csl2020/